INSIRA SEU IDIOMA

1 de mai de 2017

EM 2013, JOÃO DÓRIA APOIA GREVE GERAL CONTRA DILMA. AGORA EM 2017, CHAMA GREVISTAS DE VAGABUNDOS E PREGUIÇOSOS. O JOGO POLÍTICO CONTINUA

Parece que o povo não elege e sim o partido, já que alguma coisa dá nos, a entender que o povo passa ser apenas peça de um tabuleiro de xadrez, as quais, manipuladas de acordo com o interesse dos jogadores. Esses tem o resultado esperado, ou então fazem outras jogadas e sucessivamente até que derrube as peças que estão em seu caminho. A falta de leis, criam uma "nebulosidade estranha". É muito importante ter o remanejamento do pessoal de rua, sim, mas com cuidado, levando tratamentos de saúde aos mesmos, recuperação, não os tratando como lixo humano. Deixam o "abacaxi", nas mãos dos policiais, que arriscam as vidas a "enxugar gelo", pelo que muitos entram em "neurose", falando assim a grosso modo, e as falhas acontecem. Uma realidade mais que visível. A quem interessa essa situação.
A política brasileira claramente como um livro aberto, esses detalhes parecem começar estar mais aparente a cada dia que passa. Ainda existem quem é de posição pessoal, defendendo partidos. O que temos que apoiar é um país melhor, indiferente de partido. Todos, tem os bons e ruins talvez, com o poder em mãos nem todos suportam essa carga e se a índole não for boa pior. Não é o caso do Prefeito de São Paulo que, de uma índole boa mas, alguma coisa pode não estar certa.  Boa coisa é o povo estar tendo mais voz na política brasileira.  
Surpreendentemente o povo que apoiado em 2013 e também participando na linha de frente, o então, atual Prefeito de São Paulo, onde a greve geral, era contra Dilma, Presidenta deposta mais tarde. Nesta greve geral de 2017, muda de tom, ou seja, agora os grevistas são vagabundos e preguiçosos. 
O "jogo político"  continua http://www.diariodocentrodomundo.com.br/greve-geral-doria-ve-da-janela-do-palacio-o-fogo-das-manifestacoes-que-tentou-evitar-por-joaquim-de-carvalho.  Percebemos não temos em quem dizer alguma coisa de bom, a não ser, pensar positivo, que apareça alguém de pulso que fale a favor dos trabalhadores. 
Isso nos dá a entender que, o povo não passa de uma massa de manobra política. Fica até difícil entender quem esta pensando em algo bom para o país, coloca a mentalidade do povo no sentido de melhoria em xeque. Xeque sim de se sentir não representado pelos que, parecem representa-los. 

Brasil 2017
Isso remete o país, 
como uma embarcação a deriva que:
Navega ao sabor dos ventos.

Sendo todos,
sem direção, 
sempre buscando portos. 

Incertos entre uns e outros,
incertos em seus paradeiros, 
inconstantes em seus olhares, 

Pois as brisas,
posições nebulosas, 
pois já não os deixam, 
para que os tripulantes enxerguem,
percalços e todas as gravidades, 
passos do destino inserto que: 

talvez,
os esperam, 
se um capitão de verdade não assumir o leme.

Escrito em 01 de maio de 2017. Dia do trabalho.


                                                     -------------Messias Albino-------------


Postar um comentário